Em São Paulo, Ibope mostra ampla vantagem de Alckmin

Governador atual tem 50% da preferência, contra 11% de Paulo Skaf e 5% de Alexandre Padilha

iG Minas Gerais | Da Redação |

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição, tem 50% das intenções de voto, de acordo com pesquisa do Ibope divulgada nesta quarta-feira pela TV Globo. Alckmin venceria a eleição no primeiro turno. O candidato Paulo Skaf (PMDB) aparece em segundo lugar, com 11%. Em terceiro, vem o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT), com 5%. Este levantamento é o primeiro do Ibope após os candidatos terem registrado as chapas na Justiça Eleitoral. Os candidatos Gilberto Natalini (PV), Laércio Benko (PHS), Raimundo Sena (PCO) Wagner Farias (PCB) e Gilberto Maringoni (Psol) estão empatados com 1% cada. O candidato do PRTB, Walter Ciglioni, não pontuou. Votos em branco e nulos somam 15%; os que não sabem em quem votar somam 14%.   Rejeição   A maior rejeição, segundo a pesquisa, é de Padilha, com 19%. Depois vêm Alckmin (18%), Skaf (13%), Natalini (7%), Sena (7%), Benko (6%), Maringoni (6%), Ciglioni (6%) e Farias (5%).   Avaliação de Alckmin   Conforme o Ibope, 40% dos entrevistados afirmaram que o governo Alckmin é "ótimo ou bom"; 38% disseram que é "regular". Os que afirmaram que é "ruim ou péssimo" totalizam 19%. A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 de julho. Foram entrevistados 1.512 eleitores em 78 municípios do Estado. A margem de erro é de três pontos porcentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) sob o protocolo Nº SP- 00013/2014 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob protocolo Nº BR - 00272/2014.