Peso-pesado brasileiro inclui Minas na preparação para Mundial de Judô

Com dificuldade para reunir atletas desta categoria, Confederação definiu local para melhorar treinamentos dos judocas

iG Minas Gerais | DÉBORA FERREIRA |

Faltando pouco menos de um mês para o início do Mundial de Judô, na Rússia, a Confederação Brasileira de Judô levou os atletas de peso-pesado para treinarem com a equipe Belo Dente-Minas. Lá, os judocas encontraram o grupo minastenista que também irá ao local, mas em outras categorias.

Experiente em Mundiais, o medalhista olímpico peso-pesado Rafael Silva treina em busca de mais de mais uma medalha.

“Esse é meu quarto Mundial, tenho apenas uma medalha e vou tentar superar essa marca. Ano passado fiquei em segundo. Essa experiência é muito boa para entrar tranquilo na luta, já conhecendo o ambiente e sabendo como é a competição. Acho que a equipe está mais homogênea, e o masculino tem tudo para fazer um bom resultado esse ano”, diz o lutador.

Sobre a opção pelo local do Minas para a preparação, Rafael conta que a decisão veio para facilitar os treinamentos da categoria, muito importantes para quem visa ao Mundial.

"A Confederação optou local por ter um bom treino de pesado, tem o Luciano Côrrea, que é do meio-pesado, por exemplo. Então escolheram aqui porque temos uma dificuldade de treinar grandes no clube, por falta de adversários, e para esse Mundial é legal pegar no quimono do pessoal do mesmo peso, e fazer os treinos só com pesado é bem diferente. O corpo sente mais e está muito mais próximo da luta", explicou.

O peso leve, quinto melhor do mundo em sua categoria, Alex Pombo, que está com o Minas há quatro anos, também está otimista para sua primeira participação na categoria principal.

“Estou fazendo uma boa preparação, vim de uma campanha boa agora de um Grand Slam. Às vezes fico ansioso, mas por estar como na equipe onde há campeões como Luciano Côrrea, a Érika e a Ketlyn, eles me ajudam e passam um pouco da experiência. Estou estudando todos os adversários possíveis”, conta ele.

Toda a delegação brasileira viajará para a Europa no dia 13 de agosto e ficará na França, em um período de aclimatação. Em seguida, o grupo segue para Chelyabinsk, onde será disputado o Mundial, de 25 a 31 de agosto.