Justiça convoca pai de Neymar para depor na Espanha

Patriarca está no centro das investigações porque ele teria recebido boa parte do dinheiro gasto pelo clube para contratar o jogador

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Com o pai, Neymar sorri e afirma estar realizando um sonho
Reprodução/Twitter
Com o pai, Neymar sorri e afirma estar realizando um sonho

A Justiça da Espanha determinou nesta quarta-feira que o pai de Neymar seja ouvido como testemunha do processo que investiga se houve evasão fiscal na contratação do craque brasileiro como reforço do Barcelona, há ano. Neymar pai está no centro das investigações porque ele teria recebido boa parte do dinheiro gasto pelo clube para contratar o jogador, numa transação descrita como aquisição da preferência de compra.

Pela decisão do juiz Pablo Ruz, Neymar pai vai ter que se apresentar para depoimento no próximo dia 1.º de outubro, quando o diretor financeiro do Barcelona, Néstor Amela, também será ouvido.

O magistrado espanhol também exige que Neymar pai apresente toda a documentação referente aos contratos assinados com o Barcelona especialmente com relação aos pagamentos variáveis e reembolso de gastos assumidos pelo clube junto a Neymar, sua família e staff profissional. Quer saber, por exemplo, se o Barça paga moradia e transporte como parte do salário e se isso é declarado ao fisco espanhol.

A lista de documentos cobrados por Pablo Ruiz é ampla e inclui o contrato de direitos de imagem de Neymar e a data em que o Barça efetuou o depósito de 900 mil euros ao jogador pela temporada 2013/2014. No total, o clube espanhol teria desembolsado 57,1 milhões de euros no ano passado para ter o ex-jogador do Santos.