Iraque anuncia ajuda à população refugiada por conflitos

O primeiro-ministro afirmou que serão construídos duas grandes instalações, ao custo de US$ 429 milhões cada, para receber a população

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pentágono afirma que perfurações horizontais são comuns na região
Ahmad al-Rubaye/associated press - 02.03.2008
Pentágono afirma que perfurações horizontais são comuns na região

O primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, disse nesta quarta-feira (30) que o governo alocou mais de US$ 850 milhões para assistência à população expulsa pelo conflito contra os radicais islâmicos que dominaram parte do oeste e do norte do país.

Em discurso semanal, al-Maliki disse que seu gabinete faz grandes esforços para amenizar o sofrimento dos atingidos pelos militantes sunitas, que declararam um Estado islâmico no mês passado em regiões do Iraque e da Síria próximas à fronteira entre os países. O primeiro-ministro afirmou que serão construídos duas grandes instalações, ao custo de US$ 429 milhões cada, para receber a população.

Al-Maliki, pertencente ao partido xiita do Iraque, sofre forte oposição para deixar o cargo, que ocupa desde 2006. Seu governo é acusado de agravar a crise ao não facilitar a reconciliação com a minoria sunita. No pronunciamento, ele também pediu à população da região dominada pelos radicais que resistisse à ocupação.

A crise iraquiana é a mais grave desde a saída das tropas norte-americanas do país em 2011. Mais de 1 milhão de iraquianos foram forçados a sair de casa ou do país com os conflitos recentes.

No fim da tarde desta quarta-feira (30), em horário local, uma explosão de um carro bomba foi registrada próxima a restaurantes em um bairro xiita da cidade de Sadr, matando oito pessoas e ferindo 20, segundo policiais. Fonte: Associated Press.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave