Idoso é detido com armas e mais de 3.000 cartuchos em Sarzedo

Militares chegaram ao local após denúncia anônima; uma parte das armas estava no sítio do suspeito e a outra, em um apartamento, no bairro Barroca, em Belo Horizonte

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Uma idoso foi detido na noite dessa terça-feira (29), pelo porte ilegal de pelo menos 27 armas, um morteiro do Exército e mais de 3.000 cartuchos de vários calibres, na região metropolitana de Belo Horizonte. As armas, segundo a Polícia Militar (PM), não eram registradas ou estavam com o registro vencido. Rubens Camargos, de 70 anos, disse aos militares que é colecionador. O material foi apreendido e o suspeito foi levado para a Delegacia de Plantão de Ibirité.

Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar (PM) até o sítio de Camargos, no bairro Brasília, em Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte. Lá, foram encontradas, em um cômodo separado da casa principal, cinco espingardas do tipo polveira, sendo quatro dentro de um saco de linhagem e uma na calha do telhado. Quando o proprietário do sítio chegou ao local, foram feitas buscas na parte de dentro da casa, onde foram achados um revólver, uma espingarda e uma pistola, além de vários cartuchos de vários calibres.

Ao ser questionado pelos militares, Camargos disse que havia mais armas em seu apartamento, no bairro Barroca, na região Oeste de Belo Horizonte, e que todas elas seriam legalizadas. A PM, então, fez buscas no imóvel e encontrou mais armamento, um morteiro anticarro do Exército Brasileiro, usado para disparar explosivos, e 3.650 cartuchos de vários calibres.

A equipe do Esquadrão Anti-Bombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) de Polícia Militar foi acionado para recolher o artefato explosivo, que segundo a PM, tem grande poder de detonação. O autor, as armas e toda a munição foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Ibirité para registro da ocorrência.  

Leia tudo sobre: armasmuniçãocartuchossarzedobelo horizonteidoso