Corrupção está presente no dia a dia

Outra sugestão do cientista político para mudar esse quadro é a educação

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. A facilidade para identificar atos de corrupção na política não se repete quando o assunto envolve práticas do cotidiano dos brasileiros. Atitudes tomadas com o objetivo de alcançar vantagens, como usar o vale-refeição para fazer compras no supermercado ou comprar produtos falsificados podem ser consideradas corrupção.  

Para o cientista político Alexandre Gouveia, isso se explica pelo fato de a população ter mais facilidade de se vitimizar e criticar os atos corruptos realizados pelos políticos. Porém, ele ressalta que esse problema é culpa também de quem não está envolvido diretamente com a política.

“Não haveriam políticos corruptos se o eleitor brasileiro fosse mais presente nos assuntos da política, fosse mais atuante em observar e acompanhar minimamente as atividades dos políticos eleitos por ele”, afirma.

Outra sugestão do cientista político para mudar esse quadro é a educação. “A educação de valores e o exemplo devem ser o tratamento para esse problema social”, conclui.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave