Thunderbird Commander 1700

Triumph lança mais uma estradeira no Brasil; importada tem rodas esportivas e prima pela força e alta potência

iG Minas Gerais |

Encontros de Motociclistas poderão não acontecer por falta de água e de dinheiro
ZC Jacaré /JACAREMOTO.COM.BR
Encontros de Motociclistas poderão não acontecer por falta de água e de dinheiro
A Triumph do Brasil lançou a superestradeira Thunderbird Commander 1700, um modelo importado que vem se juntar à lista da fabricante inglesa no país. A moto tem como principal ingrediente, para atrair os clientes, a grande potência, que faz dela uma das mais fortes e velozes do seu segmento. A fábrica a apresenta com tradicional, mas o motor de dois cilindros juntos (paralelos) foge da tradição de custons de motores em V. Outro fator destoante, para os tradicionalistas, sãos os duplos faróis, referência da marca britânica. Os equipamentos são bons e os acabamentos são primorosos, abusando dos cromados. Como comedora de estrada que é, tem freios com ABS de dois discos dianteiros e um traseiro, para parar os seus 348 kg. Motor paralelo O motor da Thunderbird 1700 tem configuração de dois cilindros gêmeos de 1.699 cc, com quatro válvulas por cilindro, potência de 93,8 cv a 5.400 rpm e 15,4 kgfm a 3.550 rpm. Os motociclistas acostumados com custons de motores V2, à primeira vista, podem achar que tem espaço sobrando sob o tanque. O consumo fica na média de 15 km/l. As suspensões são tradicionais e a roda dianteira tem 17 polegadas, usando pneu mais largo para privilegiar a viagem em velocidade. Para conforto dos ocupantes os bancos são baixos, facilitando a pilotagem. O painel completo fica sobre o tanque estilo gota. Apesar do belo visual e estilo, fica difícil classificá-la como custom, fato que poderá prejudicar, junto com o alto preço de mais de R$ 53 mil, as vendas do modelo, que vem da Inglaterra. Mais informações: www.triumphmotorcycles.com.br. Motonotícias *O Dia dos Motociclistas, comemorado no último dia 27, está no calendário, nem sei se oficial. E só. Por não termos motivos para comemorar neste ano, foram pouquíssimas alusões à data. Até os políticos, que costumam se aproveitar de datas comemorativas para tentar se passar por parceiros e amigos de tal categoria, nada falaram sobre isso. *Os motociclistas, de fato, nada devem comemorar no seu dia. Festejar e agradecer a quê? As diversas formas de discriminações que sofrem a todo momento os motociclistas, mas, especialmente, os trabalhadores ou proprietários de motos pequenas? A falta de consideração do poder público que simplesmente despreza a todos, senão com o descaso e falta de atenção nos projetos, pelo menos nos cuidados básicos e na prevenção de acidentes (ruas e estradas esburacadas etc.)? *Abusam dos motociclistas com o salário aviltante para um serviço essencial. Desconsideram todos com a falta de políticas públicas que levem a moto em consideração, ao construir um prédio público sem vaga destinada às motos e ao faltar de estacionamento nas ruas, que é pior ainda para quem tem moto maior, pois fica cerceado no seu direito de estacionar nos grandes centros urbanos, uma vez que somente as pequenas cabem e, mesmo assim, espremidas na vaga. *Dia do Motociclista? Nada temos a comemorar, porque ainda se morrem aos milhares por culpa do poder público, que nada faz, de real e prático, para diminuir isso (também temos nossa culpa). Porque se cobra pedágio de um veículo que nada gasta do asfalto e colabora para diminuir o caos no trânsito, que é resultado da falta de planejamento público. *O Dia do Motociclista deverá, com pompa e grande festa, será comemorado no dia em que começar a nos ver como cidadãos que pagam impostos; no dia que diminuírem as taxas sobre as motos para facilitar a sua utilização, seja para lazer, trabalho ou condução. E no dia em que a classe for mais unida, conseguindo boa parcela de nossas justas reivindicações. Aí sim, farei um brinde! *Por falta de água e de verbas, em ano de eleição, muitos eventos de motociclistas estão sendo cancelados. O encontro de motociclistas de Pará de Minas foi dos primeiros a ser cancelado. Vejam na Agenda Nacional Jacaremoto se o evento que quer visitar está confirmado antes de viajar.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave