Ronaldo Magalhães

Diretor- presidente do Grupo Embrasil

iG Minas Gerais | Helenice Laguardia |

Existe a possibilidade de ter uma carga tributária menor?  

Sim, se acabar a complexidade, a dificuldade de se lidar com a legislação, se acabar a guerra fiscal entre os Estados. Mas só de reduzir essa necessidade da estrutura da empresa. de equipe, sistemas, já é um grande ganho para todas as companhias.

O preço dos produtos poderia ser menor se a carga tributária fosse reduzida?

Com certeza, muito menor. Talvez a redução seria em torno de 10% a 12%, só considerando aquilo que incide diretamente sobre o produto. Sem considerar imposto sobre folha de salários, Imposto de Renda, IPTU e por aí afora.

Qual é a incidência da carga tributária no seu negócio?

Somando tudo, todos os impostos, eu acredito que ultrapassa R$ 40 milhões, R$ 50 milhões por ano, no grupo todo. No nosso caso, é problema de estrada, logística; um caminhão custa mais ou menos 30% a mais de manutenção, pneu, em função de problema de má conservação de estradas.

O que o próximo governante deve fazer?

Como empresário, eu acredito que o investimento na saúde, educação é fundamental. Na economia, tem que ter uma visão de estimular o investimento das empresas. A empresa só cresce e gera mais empregos se ela estiver investindo para crescer. Uma medida importante, por exemplo, é a questão de simplificar todo esse modelo tributário ultracomplexo. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave