Aécio rejeita responder se usou aeroporto de Cláudio

Tucano diz que é "irrelevante" a informação sobre pousos e decolagens no local construído em um terreno que foi do tio

iG Minas Gerais | Da Redação |

Aécio Neves aparece em segunda posição em pesquisa Datafolha
George Gianni/PSDB – 25.6.2013
Aécio Neves aparece em segunda posição em pesquisa Datafolha
O tucano Aécio Neves não quis responder se utilizou o aeroporto construído em Cláudio (MG), em terreno de seu tio desapropriado pelo governo do Estado. Aécio disse ser "irrelevante" a informação sobre pousos e decolagens que poderia ter feito no aeroporto. "Foi feita uma acusação leviana de uma obra pública em um local privado. São milhares de licitações e me acusam de beneficiar um parente. Isso é do jogo político, não vou ficar estendendo essa pauta". Aécio disse que o tema não prejudica "em nada" sua campanha. "Eles [PT] diziam que iam fazer o diabo [na campanha]. Estão fazendo. Estou muito tranquilo, preparado para o embate onde ele se dê. Mas não vou cair na armadilha de desviar o meu foco, que é apresentar propostas para o Brasil". A construção do aeroporto ocorreu quando Aécio estava em seu segundo mandato como governador de Minas. A "Folha de S.Paulo" revelou que o aeroporto de Cláudio foi construído num terreno do tio-avô de Aécio, Múcio Tolentino, desapropriado pelo Estado. Minas gastou quase R$ 14 milhões na obra.   Outro lado O candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, afirmou por meio de sua assessoria de imprensa que a construção do aeroporto de Cláudio seguiu critérios técnicos, e que o governo de Minas não levou em consideração o fato de o proprietário do terreno ter parentesco com ele. A assessoria ressaltou que, durante o processo de definição e execução da obra, não houve qualquer gestão pessoal de Aécio, que governou Minas Gerais de 2003 a 2010.  

Leia tudo sobre: eleiçõeseleição2014aécio nevesaeroportoaéciotucanopsdbcláudioaeródromo