Morre médico contaminado com vírus do ebola

Ele era uma das referências na luta contra o vírus ebola e ficou conhecido depois de tratar vários pacientes da doença, que tem 90% de chance de mortalidade

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Morreu, nesta terça-feira (29), o médico Sheik Umar Khan. O virologista é mais uma das vítimas fatais da doença. O médico, de 39 anos, estava internado em um hospital na cidade de Kailahun e chegou a ser transferido para uma ala de tratamento dos Médicos sem Fronteiras, localizada no norte de Serra Leoa.

Ele era uma das referências na luta contra o vírus ebola e ficou conhecido depois de tratar vários pacientes da doença, que tem 90% de chance de mortalidade.  Sheik Umar Khan foi diagnosticado com ebola neste mês. O governo de Serra Leoa declarou que o médico é um  "herói nacional".

No último sábado (26), outro médico morreu vítima do vírus. Samuel Brisbane estava tratando vítimas da doença na capital da Libéria, quando foi contaminado. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave