Mercado de TV por assinatura aumenta participação na classe C

A projeção para o final do ano é de 20 milhões de assinantes e cerca de 64 milhões de telespectadores

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

CRÉDITO:KARIM KADIM /AP - 9.7.2006
undefined

O mercado de TV por assinatura aumentou em dez pontos percentuais sua participação na classe C nos últimos dois anos. Nesta terça (29), o setor chega a de 34% da população da classe ante 24% em 2012.

Na classe A, o percentual é de 87% e na classe B, de 65%. Os dados foram divulgados pela ABTA (Associacão Brasileira de Televisão por Assinatura) nesta terça feira (29), em São Paulo.

O número de assinantes de televisão paga no Brasil cresceu 10,8% em maio na comparação com o mesmo mês do ano passado, com 18,8 milhões de assinantes.

"Um crescimento de dois dígitos é expressivo e mostra a força do setor no momento", disse Oscar Simões de Oliveira, presidente-executivo da entidade.

A projeção para o final do ano é de 20 milhões de assinantes e cerca de 64 milhões de telespectadores.

Receita 

Já a receita operacional bruta do setor, que inclui a publicidade, no primeiro trimestre deste ano foi de R$ 7,5 bilhões, alta de 15,4% ante o mesmo período de 2013.

"Estamos crescendo em torno de 60,5% ante 16,6% dos outros mercados", afirmou Fred Muller, coordenador do comitê de publicidade do órgão.

O total de postos de trabalho do setor no primeiro trimestre de 2014 foi de 109,2 mil postos, alta de 12,5% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave