Detento que saiu de penitenciária para trabalhar é assassinado

Ele cumpria pena em regime semi-aberto e tinha autorização para passar o dia fora da unidade para trabalhar; as causas e a suspeita do crime ainda são desconhecidas

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Um jovem foi assassinado ao sair da penitenciária José Maria Alckmin, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, para trabalhar na manhã desta terça-feira (29). Ele cumpria pena em regime semi-aberto e a polícia ainda não tem pistas de quem seja o assassino.

Segundo a Polícia Militar, Gustavo Henrique Santos da Silva, 21, saiu do local por volta da 7h e, pouco depois, foi abordado por um homem armado. O suspeito atirou diversas vezes conta o jovem, atingindo-o com cinco tiros, e fugiu, em seguida.

De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Silva cumpria pena em regime semi-aberto desde o dia 25 de março deste ano por roubo. A partir do dia 29 de abril ele recebeu autorização para trabalhar fora da penitenciária, e podia ficar fora entre 7h e 18h.

O suspeito pelo crime ainda não foi identificado ou localizado, e a polícia ainda desconhece o que teria motivado o assassinato.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave