'Fominha', Marlone pede para treinar com bola após treino regenerativo

Meia-atacante participou de jogo-treino contra o América na segunda, e cronograma do atleta previa apenas atividade na academia nesta terça

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Líder do Campeonato Brasileiro com 28 pontos, o Cruzeiro mostra toda sua força nos jogos, seja dentro ou fora de casa. O ímpeto da equipe nas partidas é reflexo do que os atletas passam no dia a dia na Toca II. Todo mundo quer encostar na bola, até mesmo nos treinos. Caso do meia-atacante Marlone, que se mostrou um tremendo “fominha”. Apenas com atividades regenerativas previstas para a manhã desta terça-feira, já que participou do jogo-treino com o América na última segunda, o camisa 23 chegou a pedir para treinar com bola junto daqueles que ficaram ausentes da derrota por 2 a 0 para o Coelho. “Está precisando de um coringa aí? De um Coringa. Não tem nada para fazer”, gritou Marlone, tentando uma vaga na atividade com bola após sair do trabalho na academia. Prontamente respondido por um dos membros da comissão técnica de Marcelo Oliveira, Marlone recebeu orientações para, se quisesse, seguir com atividades físicas. “Não, Marlone. Vá lá para a academia se quiser, pedale um pouco”, disse. Um pouco chateado, mas logo mostrando animação, Marlone, que estava com “muita fome de trabalhar com bola”, preferiu se dirigir ao campo e observar os companheiros na atividade técnica. Marcelo Oliveira dividiu o grupo em dois times de oito jogadores em campo reduzido. Um esboço de coletivo com menos participantes. Nesse momento, Marlone ficou ao lado de um dos gols ajudando na reposição de bola.  

Leia tudo sobre: marlonemeiavontadecruzeiroraposajogarbola