Homem se passa por comprador e furta carro em Belo Horizonte

Vítima anunciou a venda do veículo em um portal de anúncios na internet e recebeu o suspeito em sua casa; até o momento, nem o carro e nem o homem foram localizados

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Suspeito foi flagrado pelas câmeras de segurança da agência bancária
Reprodução
Suspeito foi flagrado pelas câmeras de segurança da agência bancária

Um advogado de 38 anos foi enganado e teve o carro furtado, nessa segunda-feira (28), em Belo Horizonte. O suspeito teria se passado por uma pessoa interessada em comprar um veículo, colocado a venda pela internet, mas acabou fugindo com o bem antes de pagar por ele.

A vítima relatou que teria usado um portal de anúncio de veículos para colocar a venda o seu Volksvagen Crossfox cinza grafite, placa NYG-2373, no valor de R$ 39.900. Nessa segunda, o advogado teria recebido uma ligação de um homem que se disse interessado no carro e eles marcaram um encontro na casa do dono de veículo, no bairro Nova Suíssa, na região Oeste da capital.

“O sujeito apresentou-se como Gustavo de Oliveira Santos. Depois de ver o veículo, acertar o preço, o mesmo adentrou na minha residência, tomou café, brincou com meu filho, cumprimentou minha esposa, tudo dentro da normalidade”, lembrou o advogado.

Depois de chegarem a um acordo, vítima e suspeito foram no carro negociado até um banco onde deveriam finalizar a transação bancária, para viabilizar a transferência do veículo. O suspeito foi quem dirigiu o veículo, e ao deixarem o Crossfox no estacionamento da agência bancária, Gustavo foi quem recebeu o ticket do funcionário do local.

“Num descuido, pois o mesmo disse ir ao banheiro, ausentou-se da minha presença por poucos minutos, e foi ao estacionamento, pagou o mesmo, pegou as chaves e simplesmente evadiu-se do local”, contou a vítima. No momento do crime, o carro à venda não possuía seguro. 

O advogado registrou um boletim de ocorrência, mas até o momento, nem o carro e nem o suspeito foram localizados. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, já foi instaurado um inquérito pela Delegacia Especializada em Furto e Roubo de Veículos do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) para investigar o caso e já estão sendo feitas buscas para localizar o veículo. Os dados pessoais repassados pelo suspeito seriam falsos.

O site utilizado para o anúncio da venda informou que fornece orientação aos usuários para que o procedimento seja o mais seguro possível. Além disso, afirmou que não realiza a intermediação das vendas, compras, trocas ou qualquer outro tipo de transação feita pelos usuários, e que não garante êxito nas negociações.

Dados

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), no ano passado, 24.332 pessoas caíram golpes de naturezas diversas em Minas Gerais. No mesmo período, foram 6.365 em Belo Horizonte. Nos primeiros seis meses deste ano, 10.972 pessoas foram enganadas no estado e 2.876 na capital.

Denúncia

Quem tiver alguma informação sobre Crossfox ou sobre o suspeito, pode entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone 181. Não é possível se identificar. 

Leia tudo sobre: furtoestelionatocarroanúncioportalbancoestacionamentocomprador