De volta, Serena diz que desconhecia gravidade de virose

Apesar de ter ficado um mês sem entrar em quadra e da eliminação em Wimbledon, Serena segue firme na liderança do ranking da WTA

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Serena Williams, of the United States, returns to Maria Sharapova, of Russia, at the Sony Open Tennis tournament in Key Biscayne, Fla., Thursday, March 27, 2014. Williams won 6-4, 6-3. (AP Photo/Alan Diaz)
Associated Press
Serena Williams, of the United States, returns to Maria Sharapova, of Russia, at the Sony Open Tennis tournament in Key Biscayne, Fla., Thursday, March 27, 2014. Williams won 6-4, 6-3. (AP Photo/Alan Diaz)

Afastada das quadras desde a sua precoce eliminação em Wimbledon nas chaves de simples e duplas, no final de junho, a norte-americana Serena Williams aproveitou a sua presença no Torneio de Stanford para comentar o que aconteceu com ela em Londres. A tenista número 1 do mundo explicou que ficou vários dias de cama, quando então percebeu a gravidade da sua situação.

Serena relatou que não tinha consciência do quanto estava doente quando tentou disputar uma partida de duplas com uma infecção viral, o que a levou até a perder o equilíbrio. Ao lado da irmã Venus, ela abandonou o jogo contra a alemã Kristina Barrois e a suíça Stefanie Voegele, pela segunda rodada do torneio de duplas após perder os três primeiros games. "Foi interessante e eu estava com medo depois", disse Serena. "No momento, eu ainda não tinha percebido o quão doente eu estava".

Serena revelou, inclusive, que só deixou a quadra e abandonou o jogo após seguidos apelos de Venus. "Ela ficava dizendo, 'saia da quadra, eu sou a irmã mais velha e eu digo que você tem que sair'", disse. "Estou me sentindo muito bem agora e estou feliz por estar aqui", completou.

Em razão do incidente, Serena decidiu realizar uma bateria de exames ao término da temporada 2014 do tênis. "Eu estava realmente doente, disse a norte-americana, que caiu na terceira rodada da chave de simples de Wimbledon. "Eu comecei a pensar sobre um monte de coisas e devido ao histórico familiar, eu vou começar a realizar exames", comentou.

Apesar de ter ficado um mês sem entrar em quadra e da eliminação precoce em Wimbledon, Serena segue firme na liderança do ranking da WTA. A número 1 do mundo volta a jogar nesta quarta-feira, quando vai estrear no Torneio de Stanford diante da checa Karolina Pliskova, que estreou batendo a japonesa Kimiko Date-Krumm (6/1 e 6/3).

Serena foi campeã em Stanford em 2011 e 2012 e não participou do torneio no ano passado. "Eu sempre me senti bem neste torneio e de estar aqui", disse. "Este sempre foi um lugar especial para mim", concluiu.  

Leia tudo sobre: tenisserena williamsdesconheciagravidadegripe