PM suspeito de matar suposto amante da mulher se apresenta à polícia

O militar confessou o crime e disse que atirou depois que a vítima debochou dele, na última sexta-feira

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

O policial militar rodoviário suspeito de matar o suposto amante de sua mulher dentro de uma loja em Ubá, na Zona da Mata, na última sexta-feira (25), se apresentou à Polícia Civil nessa segunda-feira (28). Alexssandre Policarpo de Oliveira, de 37 anos, compareceu à delegacia acompanhado de seu advogado e entregou a arma usada no crime.

Em depoimento, Oliveira confessou ter matado o vendedor Gustavo Ribeiro de Paulo, que seria amante de sua mulher. O suspeito contou que cometeu o crime depois que a vítima debochou dele no momento em que o militar passava na porta da loja, acompanhado da mulher e do filho. Nervoso, Oliveira sacou uma arma e seguiu Paulo pelo interior do estabelecimento, onde atirou.

Como o suspeito se apresentou voluntariamente, entregou a arma e o período do flagrante já estava encerrado, ele foi ouvido e liberado. Segundo a Polícia Civil, o militar está na casa de parentes em uma cidade vizinha a Ubá e não viu a mulher e o filho desde que o crime aconteceu. O caso está sob responsabilidade do delegado Rafael Gomes de Oliveira, titular da Delegacia Antidrogas e Homicídios de Ubá, que está aguardando a conclusão de laudos e o depoimento de algumas testemunhas para concluir o inquérito.  

Leia tudo sobre: ubápolicialamanteesposa