Trio é detido com armas em barraquinha de churrasco em Venda Nova

Após abordagem, suspeitos confessaram ter comprado as armas; eles foram levados para a Ceflan 1

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Três homens foram detidos com armas na noite dessa segunda-feira (28), na Vila Santa Mônica, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. De acordo com a Polícia Militar (PM), o grupo foi abordado em uma barraca de churrasco próxima a rua São Sebastião depois que os militares receberam a denúncia de que no local estariam vários homens fortemente armados. Ainda segundo a denúncia, um dos suspeitos, Ednaldo dos Santos de Oliveira, de 28 anos, conhecido como Dedé, pretendia usar a arma para vingar a morte do  irmão, Ronaldo Santos de Oliveira, o Aranha, que era traficante e foi assassinado no dia 7 de julho deste ano.

A PM fez buscas no local apontado pelo denunciante e encontrou o trio, depois de reconhecer Oliveira. Ao serem abordados, os homens negaram a posse das armas. Durante busca pessoal, a PM encontrou as chaves de um Fiat Idea preto, citado na denúncia como o carro que estaria sendo usado pelos suspeitos. No carro, os militares encontraram um revólver calibre 38 sob o tapete do assento do motorista, e duas pistolas semiautomáticas, uma embaixo do banco do carona e outra no banco de trás do veículo.

Após o flagrante, os três suspeitos assumiram que eram os donos das armas. Oliveira contou que tinha comprado o revólver no centro de Belo Horizonte por R$ 1.500 e que pretendia usá-lo para vingar a morte do irmão. Já Pedro Henrique Santana da Silva, de 19 anos, disse que comprou uma das pistolas na praça Sete, por R$ 4.000, para se proteger de ameaças. A outra pistola pertencia à Richard Júnior Maciel, de 26 anos, que também confessou ter comprado a arma para se defender, por R$ 1.500, na Pedreira Prado Lopes. Nenhuma das armas tinha registro.

O veículo foi rebocado e os suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan) 1.  

Leia tudo sobre: armasvila santa mônicavenda novachurrasquinho