Ronco e até disputa por coberta separam casais durante a noite

Pesquisadora acredita que medida pode ser benéfica para o descanso

iG Minas Gerais | Da redação |

Saúde. Descanso em camas separadas seria melhor, mas dormir juntinho e pelado faz bem à relação
Rede Globo/Divulgação
Saúde. Descanso em camas separadas seria melhor, mas dormir juntinho e pelado faz bem à relação

Ronco, horários incompatíveis de trabalho e até disputa pela coberta são alguns dos fatores que levam diversos casais que vivem juntos a se separar diariamente na hora de dormir. Uma pesquisa feita pelo SurveyMonkey Audience entrevistou mais de mil norte-americanos para chegar à conclusão de que essa fatia que dorme longe do cônjuge chega a 14%.

De acordo com o site FiveThirtyEight, ao menos a metade dos casados ou pessoas em um relacionamento estável confessaram durante o levantamento que já dormiram separados ao menos uma vez. As pessoas com 60 anos ou mais são as que mais se dividem na hora de dormir – 22% contra 5% dos entrevistados de 18 a 29 anos.

No estudo norte-americano, o ronco é apontado como o principal fator para a divisão na hora de dormir – 45,6%. Até mesmo a frequência com que o cônjuge vai ao banheiro durante a noite foi motivo para 12% dos pombinhos se separar à noite. Além disso, 3% não querem dividir a coberta (veja infografia).

Comum. Um estudo semelhante feito no Reino Unido constatou que um em cada seis casais do país dorme em camas separadas. Dos que admitiram não compartilhar o mesmo espaço durante o sono, metade assumiu que passa a noite até mesmo em quartos separados. As informações são do site Female First. A pesquisa, conduzida pela Ergoflex UK, ainda descobriu que dois terços dos que admitem dormir em camas separadas confessaram que o hábito traz efeitos negativos ao relacionamento.

Entretanto, uma série de estudos aponta que dormir em camas separadas pode ser benéfico não apenas para o relacionamento, mas para a saúde. Segundo uma pesquisa da Ryerson University, em Toronto, no Canadá, entre 30% e 40% dos casais dormem em camas separadas. Para a autora do estudo Colleen Carney, as pessoas que dormem juntas são constantemente acordadas pelo movimento ou pelo som do parceiro. Dessa forma, o descanso em camas separadas seria muito mais proveitoso, segundo a pesquisa.

Deixar a roupa de lado ajuda Londres, Reino Unido. Para os casais que ainda preferem dividir a mesma cama, uma alternativa para melhorar a relação é dormir pelado. Um estudo inglês concluiu que essa é melhor maneira de manter um casamento feliz. Para as mais de mil pessoas que participaram da pesquisa, 57% daquelas que disseram dormir sem nada estavam satisfeitas com o relacionamento, comparado com 48% dos que dormem de pijama. As informações são do jornal “Daily Mail”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave