Aécio: “se político do PSDB for condenado, não será herói”

Aécio também rebateu a declaração de Dilma de que foi “inadmissível” o Santander enviar uma carta a clientes que associava a petista à piora da economia

iG Minas Gerais |

Proposta. Tucano se reuniu com representantes de entidades não governamentais ontem em São Paulo
Orlando Brito / Coligacao Muda B
Proposta. Tucano se reuniu com representantes de entidades não governamentais ontem em São Paulo

São Paulo. Candidato do PSDB à Presidência, o senador mineiro Aécio Neves rebateu declaração da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o mensalão mineiro feita nesta segunda. Segundo a candidata à reeleição, o mensalão petista foi tratado com “dois pesos e 19 medidas”, enquanto o que caso similar que envolve o PSDB de Minas não foi julgado. Questionado sobre o assunto, Aécio disse que “não é uma manifestação feliz da presidente”. “Acho que tudo tem que ser julgado, independente do partido a qual as pessoas pertencem”, afirmou. O senador disse ainda que a condenação de ex-dirigentes do PT pelo Supremo Tribunal Federal deveria “servir de exemplo” e que se houver punição a políticos ligados ao PSDB, o partido “não os tratará como heróis”. “No caso do PSDB, se alguém filiado ao partido ou ligado a ele cometer algum delito, nós não o trataremos como herói, como buscou fazer o PT”. Santander. Aécio também rebateu a declaração de Dilma de que foi “inadmissível” o Santander enviar uma carta a clientes que associava a petista à piora da economia. Para o tucano, o comunicado do banco uma interferência no cenário político-eleitoral e criticou dirigentes do PT pela cobrança de demissões dos responsáveis na instituição. “A resposta adequada do governo não é de questionamento ou pedir que cabeças rolem, mas de garantir um ambiente estável, de confiança, regulado para que os investimentos possam voltar ao país”, disse. Fórum ONGs. Aécio se encontrou com dirigentes de ONGs, em São Paulo. Ele anunciou que terá um fórum para debater o terceiro setor e maneiras de transformar em politicas publicas boas iniciativas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave