Queda de avião pode ser crime de guerra, diz ONU

Cruz Vermelha classificou situação ucraniana como guerra civil

iG Minas Gerais |

Leste ucraniano. Queda do voo MH17 da Malaysia Airlines pode ser considerada crime de guerra
Dmitry Lovetsky/ap - 17.7.2014
Leste ucraniano. Queda do voo MH17 da Malaysia Airlines pode ser considerada crime de guerra

Kiev, Ucrânia. A derrubada do avião civil da Malaysia Airlines no leste da Ucrânia pode ser considerada um crime de guerra, afirmou a ONU nesta quarta, acrescentando que os combates entre o Exército ucraniano e os rebeldes separatistas pró-russos já deixaram mais de 1.100 mortos desde abril. “Esta violação da lei internacional, dadas as circunstâncias, pode ser considerada um crime de guerra”, declarou a comissária da ONU para os direitos humanos, Navi Pillay, em um comunicado. O Boeing 777 foi abatido no último dia 17, com 298 pessoas a bordo. Pillay pediu uma investigação meticulosa, efetiva, independente e imparcial sobre a queda do avião – provocada por um míssil em uma zona controlada pelos insurgentes, segundo investigações preliminares dos Estados Unidos. A Ucrânia acusa os separatistas da região pela tragédia, já que os rebeldes derrubaram pelo menos três aviões militares naquela semana. A Rússia, por outro lado, aponta evidências de que o próprio Exército ucraniano possa ter abatido o avião. A Cruz Vermelha indicou oficialmente na semana passada que a situação na Ucrânia se caracteriza como uma guerra civil, o que transforma as áreas em conflito passíveis de ser condenadas por crimes de guerra. MORTES. A ONU calcula que pelo menos 1.129 pessoas morreram nos combates na região desde meados de abril, segundo um relatório publicado nesta quarta, e denuncia que os dois lados utilizaram armamento pesado em zonas residenciais. O texto também fala de 3.422 feridos. Estes últimos dados supõem um aumento considerável em relação ao balanço de 18 de julho, no qual a ONU citou 256 mortos desde abril. Pillay afirmou ainda que as informações da intensificação dos combates nos redutos dos insurgentes, nas regiões de Donetsk e Lugansk são “extremamente alarmantes” e disse que as duas partes “empregam armamento pesado em zonas residenciais, incluindo artilharia, tanques, foguetes e mísseis”. Sanções. O presidente dos EUA, Barack Obama, e os chefes de governo de seus principais aliados europeus concordaram em impor novas sanções econômicas contra a Rússia por causa do suposto acordo de Moscou aos separatistas da Ucrânia. Obama teve uma teleconferência com a chanceler alemã, Angela Merkel, o presidente da França, François Hollande, e os primeiros-ministros do Reino Unido, David Cameron, e da Itália, Matteo Renzi.

Caixa-preta do Air Algérie está na França Paris, França. As duas caixas-pretas do avião da companhia aérea Air Algérie, que caiu no Mali na última semana, matando as 118 pessoas a bordo, chegaram à França para ser analisadas. A porta-voz da agência francesa de investigação de desastres aéreos, Martine del Bono, disse que os dados e o áudio já estavam com os especialistas que farão a análise do material. O avião MD 83 caiu na manhã da quinta-feira após decolar de Uagadugu, em Burkina Faso, em direção a Argel, na Argélia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave