Carro é roubado com poodle dentro no bairro Tupi

Floquinho estava no banco de trás do veículo, que foi roubado em frente a uma padaria, na noite da última terça (22)

iG Minas Gerais | BERNARDO ALMEIDA |

O poodle Floquinho estava no banco de trás do Voyage preto, roubado em frente a uma padaria no bairro Tupi
Arquivo pessoal
O poodle Floquinho estava no banco de trás do Voyage preto, roubado em frente a uma padaria no bairro Tupi

Um poodle está desaparecido há quase uma semana, na região Norte de Belo Horizonte, quando ele foi levado por dois assaltantes, durante o roubo de um carro.

Eram aproximadamente 20h da última terça-feira (22), quando a cabeleireira Janaína Oliveira, de 37 anos, fazia compras em uma padaria na rua Furquim Werneck, no bairro Tupi. O marido dela, o costureiro industrial George Bessa, de 40 anos, aguardava no carro, quando foi rendido por dois jovens armados, que puseram a arma na cabeça da vítima.

Eles o obrigaram a sair do carro e, quando ele pediu que pudesse pegar o cachorro, que estava no banco de trás, os assaltantes sequer prestaram atenção e arrancaram com o veículo. O carro é um Voyage preto, ano 2013, de Belo Horizonte e com placa OLW-0608.

O cãozinho é um poodle branco de 3 anos, chamado Floquinho, e a situação está provocando bastante tristeza para o casal. “Nós estamos sofrendo muito, a única coisa que queremos é que devolvam o Floquinho. E cachorro não aceita estranhos no carro, late, então não tinha nem por que mantê-lo lá”, diz Janaína, que vive apenas com o marido e o poodle.

“O carro é novo, a gente sabe que já está perdido, nosso apelo é mesmo para que eles devolvam o cachorro, que já passou por duas cirurgias e precisa de cuidados. A gente torce para que eles tenham um pouquinho de amor no coração”, pede a insconsolável dona de Floquinho.

A cabeleireira diz que já recebeu dicas sobre o paradeiro do bichinho, mas ainda não conseguiu encontrá-lo. ‘Disseram que viram um poodle com as mesmas características no bairro Aarão Reis, fui lá, procurei, mas não o encontrei”.

Os dois assaltantes, pelas descrições de George, seriam menores. O casal registrou a ocorrência nas delegacias de Polícia Civil do bairro Guarani e do centro de BH.

Quem tiver informações que possam levar até o cãozinho, pode ligar para os telefones: (31) 3435-1056 ou (31) 3445-4471.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave