Judô brasileiro ganha centro de treinamentos na Bahia

Local conta com ginásio climatizado, alojamentos, auditório, academia, restaurante, piscina, salas de apoio e arquibancada com 1.900 lugares

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Além de receber atletas de alto rendimento, o centro de treinamento servirá como base de um projeto social
CBJ/Divulgação
Além de receber atletas de alto rendimento, o centro de treinamento servirá como base de um projeto social

Foi inaugurado nesta segunda-feira, na cidade baiana de Lauro de Freitas (região metropolitana de Salvador), o Centro Pan-Americano de Judô, maior centro de treinamento de judô nas Américas. Iniciada há cerca de 1 ano, a obra teve investimento de R$ 43,2 milhões, sendo R$ 18,3 milhões do governo estadual, incluindo a desapropriação do terreno, R$ 19,8 milhões do governo federal e R$ 5,1 milhões da Confederação Brasileira de Judô (CBJ).

O local conta com ginásio climatizado, alojamentos, auditório, academia, restaurante, piscina, salas de apoio e arquibancada com 1.900 lugares. Servirá para abrigar a seleção brasileira e também receber judocas de outros países para treinos, além de ser palco de competições.

"O projeto atende todas as exigências da Federação Internacional de Judô. Com certeza, é um marco na história do judô brasileiro e das Américas. Um novo ciclo se inicia para o judô brasileiro", disse o presidente da CBJ, Paulo Wanderley Teixeira, presente na inauguração, que contou também com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o governador da Bahia, Jaques Wagner.

Além de receber atletas de alto rendimento, o centro de treinamento servirá como base de um projeto social que pretende inserir anualmente no judô 200 crianças das escolas públicas de Salvador e Lauro de Freitas. "O judô é um elemento de educação e de formação do caráter. Não tenho dúvida que este é um investimento para o futuro", afirmou o governador da Bahia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave