Com cinco ouros, Brasil conquista Copa Europeia sub 21 de Judô

Ao todo, o grupo conquistou 11 medalhas, na disputa que antecede o Mundial da categoria

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Somente no segundo dia de competições, no último domingo, o Brasil faturou cinco medalhas
Miroslav Petrik/EJU
Somente no segundo dia de competições, no último domingo, o Brasil faturou cinco medalhas

A seleção brasileira de judô faturou 11 medalhas e terminou na liderança da Copa Europeia sub 21, disputada em Praga. Foram dois cinco ouros, duas pratas e quatro bonzes na competição disputada no último fim de semana, válida pelo ranking que definirá os cabeças-de-chave do Mundial da categoria. 

No domingo, Eduardo Santos (81kg/SP) e Sibilla Faccholli (+78kg/SP) subiram no lugar mais alto do pódio. Já Danielle Karla Oliveira (63kg/RJ), Isadora Pereira (78kg/MG) e Gabriel Souza (100kg/SP) terminaram com a medalha de bronze.

No sábado, Luiz Claudio Lima Junior (55kg/SP), Tawany Silva (48kg/SP) e Jéssica Pereira (52kg/RJ) faturaram o ouro. Vitor Hugo Carvalho (55kg/SP) e Larissa Farias (44kg/MS) ficaram com a prata e Flávia Gomes (57kg) levou o bronze. 

Comandados por Kenji Saito, o Brasil terminou a competição na liderança do quadro de medalhas. A Ucrânia, com três ouros e um bronze; ficou em segundo. Em terceiro, ficou o Azerbaijão, com dois ouros, uma prata e um bronze. Ao todo, participaram 356 atletas de 36 países.  Sibilla Faccholli, da categoria peso-pesado, venceu as quatro lutas na competição por ippon e ressaltou desempenho na competição.  “Estava treinando muito porque não fui muito bem no Circuito anterior e queria muito essa medalha. Com a ajuda dos meus técnicos, estou ajustando os meus erros e deu certo hoje”, destacou.  Outro campeão, Eduardo Santos, também comemorou o resultado. 

“Quero agradecer a Deus e a todos que torceram por mim. Dedico essa medalha a minha irmã que fez aniversario hoje”, postou Eduardo em português e japonês em sua página pessoal no Facebook poucas horas após a conquista. Nascido e criado no Japão, ele é filho de pais brasileiros.

Após a disputa, os atletas seguem o período de treinos em Nymburk, na República Tcheca, até a próxima quinta-feira, 31. Depois, vão para Berlim, onde será a última competição do Circuito Mundial da categoria. Já o Mundial da categoria ocorrerá em Miami, de 20 a 27 de outubro.

 

Leia tudo sobre: judômedalhasliderançaPragacampeãoouro