Não é hora de discutir ministério, afirma Dilma

"A última vez que colocamos o carro na frente do boi, sentaram na cadeira do prefeito antes da eleição, e perderam. Definitivamente, não discuto reforma ministerial agora", completou a presidente

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A presidente Dilma Rousseff não quis comentar sobre a possibilidade de manutenção do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, num possível segundo mandato de governo. "Não é bem a hora de a gente discutir ministério", afirmou a presidente, que participa neste momento de sabatina promovida pelo jornal Folha de S.Paulo pelo portal UOL, pelo SBT e pela rádio Jovem Pan.

"A última vez que colocamos o carro na frente do boi, sentaram na cadeira do prefeito antes da eleição, e perderam. Definitivamente, não discuto reforma ministerial agora", completou, ressaltando ser "supersticiosa".

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave