Juiz rejeita arquivar acusações contra Messi por evasão

Craque argentino poderá responder novamente por sonegação de impostos na Espanha

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Seguindo os passos de Maradona, Messi é o grande craque do futebol argentino na atualidade
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO
Seguindo os passos de Maradona, Messi é o grande craque do futebol argentino na atualidade

O atacante Lionel Messi não está livre das acusações de fraude fiscal na Espanha. Nesta segunda-feira, um juiz rejeitou o pedido para que as acusações contra o jogador argentino fossem arquivadas e ordenou o prosseguimento da investigação sobre a suspeita de sonegação de impostos.  Um comunicado divulgado pelo tribunal afirma que há "provas suficientes" para acreditar que o atacante do Barcelona "poderia ter conhecimento e consentido" a criação de uma estrutura corporativa fictícia para evitar o pagamento de impostos de renda feitas a partir dos direitos de imagem de Messi.  A declaração foi divulgada nesta segunda-feira pelo tribunal de Gava, em Barcelona. Antes, em junho, a empresa que cuida da imagem de Messi havia afirmado que um promotor teria concordado em encerrar o caso de fraude fiscal contra o jogador e seu pai.  O pai de Messi, Jorge Horacio Messi, está sob investigação por supostamente não ter pago 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 12 milhões) em impostos entre 2007 e 2009. Agora, com a definição do juiz, a tendência é de que o craque e seu pai enfrentem um julgamento.

Leia tudo sobre: MessiEspanhaArgentinafutebolfiscosonegação