Cliente do sistema busca fugir ao convencional

iG Minas Gerais |

O investimento em sistemas dessa natureza pode vir da falta de resultado de formas convencionais de marketing. Para Rogério Rocha Dias, 44, proprietário de uma clínica de estética na capital mineira, a parceria com o Freet pode proporcionar a interatividade com o cliente.

“Fiz anúncios e não obtive retorno, mas as pessoas utilizam muito os celulares, e o aplicativo é muito mais prático para o cliente”, afirma. Outra vantagem que Rogério Dias cita é o fato de o cliente não ter que comprar nada, apenas resgatar um tíquete e usar quando chegar à loja. “Não tem que passar cartão de crédito nem dar dado bancário algum”, pondera o empresário.

Para ele, o primordial agora é o aplicativo tornar-se conhecido. “Tem que cair no gosto popular, o que é possível porque eu avaliei e achei o sistema bem bacana”, opina o comerciante, que está oferecendo desconto de 50% em três serviços que presta em sua clínica.

Até o momento, nenhum cliente foi à loja utilizar o tíquete de desconto, mas Rogério viu pelo sistema de acompanhamento que dois potenciais clientes já haviam resgatado tíquetes. Como o sistema é novo, ele considera o resultado positivo. Para melhorar, o proprietário da clínica acredita que é importante aumentar o número de empresas e de serviços ofertados, além de oferecer descontos atrativos. “É isso que o cliente procura”, conclui. (LP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave