Distribuição seria “igualitária”

iG Minas Gerais |

Brasília. Segundo contam participantes da negociação entre PT e PMDB, houve acerto e o valor seria distribuído de maneira “igualitária”. Outros peemedebistas afirmam que a negociação não se concretizou. A assessoria de Michel Temer afirmou que os partidos da coligação nacional irão auxiliar “politicamente” os palanques estaduais alinhados com Dilma.

Eunício Oliveira, tesoureiro do PMDB, disse que o assunto nunca foi tratado com ele. Já o tesoureiro do PT, João Vaccari, não se manifestou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave