Mano Menezes dedica a vitória do Corinthians a Rivellino

Antes de o jogo começar, Rivellino foi homenageado pelo clube e ganhou o novo uniforme

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Divulgação/CBF
undefined

A primeira vitória em clássicos no estádio Itaquerão foi dedicada ao maior jogador da história do Corinthians, Roberto Rivellino. A primeira lembrança foi o uniforme inspirado nos anos 70 que o time usou neste domingo: branco e com listras pretas verticais.

Antes de o jogo começar, Rivellino foi homenageado pelo clube e ganhou o novo uniforme. Depois da vitória por 2 a 0, foi o técnico Mano Menezes que lembrou do ídolo na entrevista coletiva. “Todas as vitórias em clássicos ficam marcadas. Por isto é importante vencê-los e essa de hoje (domingo) tinha uma série de poréns e eu gostaria de oferecer a um corintiano muito especial, que é Roberto Rivellino. Gostaria de oferecer essa vitória a ele”.

O Corinthians resgatou os principais jogadores na inauguração do Itaquerão, em maio. O primeiro jogo foi uma confraternização de ex-jogadores, entre eles Rivellino. E havia sido dele o primeiro gol do estádio, de pênalti, embora a partida fosse um amistoso festivo.

Mano Menezes saiu de campo satisfeito com o resultado e com o desempenho da equipe. Ele disse que o time, aos poucos, se adaptou ao novo estádio. Não há mais aquela pressão, nem ansiedade. Neste domingo, segundo ele, isso não existiu mesmo sendo o primeiro clássico. “Precisamos encarar as coisas com naturalidade, uma vez você vence, outra você perde, mas estamos felizes porque saíamos vitoriosos neste primeiro clássico”.

Com o resultado deste domingo, o Corinthians chegou à terceira vitória seguida no Itaquerão. Ganhou de Internacional, Bahia (pela Copa do Brasil) e Palmeiras. As duas vitórias pelo Campeonato Brasileiro fizeram com que o time continuasse na cola do Cruzeiro, líder com 28 pontos. São cinco pontos de distância, uma diferença que não assusta o treinador.

“Não jogamos o clássico pensando no Cruzeiro. O mais importante é aumentar nosso percentual de aproveitamento dentro do campeonato. Se conseguirmos isso, seremos um perseguidor forte e o Cruzeiro vai nos enxergar bem próximo”, disse Mano Menezes.

O técnico afirmou que ficou satisfeito com o desempenho de sua equipe no clássico. Segundo ele, o Corinthians teve o controle da partida mesmo no primeiro tempo, quando foi menos objetivo. Para o comandante, Elias e Ralf estão se entendendo bem e um “cobre o outro” quando um deles vai ao ataque.

Mano Menezes comemorou a atuação de Renato Augusto e disse que ganhou uma “dor de cabeça boa” para montar a equipe. O Corinthians só volta a campo no próximo domingo contra o Coritiba, fora de casa, pelo Brasileirão. Guerrero levou o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo.

Leia tudo sobre: corinthians