Scheidt vence rivais estrangeiros na Baía de Guanabara

Entre 46 competidores, Iatista brasileiro superou alguns dos melhores atletas do mundo e faturou o Campeonato Sudeste Brasileiro de Laser, neste domingo (27)

iG Minas Gerais |

Scheidt não está na posição esperada no ranking
Divulgação
Scheidt não está na posição esperada no ranking

Evento regular do calendário nacional, o Campeonato Sudeste Brasileiro de Laser costuma receber apenas velejadores amadores. Neste ano, como aconteceu uma semana antes do evento-teste dos Jogos Olímpicos do Rio, reuniu algum dos melhores atletas do mundo na classe Laser do iatismo. Encerrada neste domingo (27), a competição na Baía de Guanabara teve a vitória de Robert Scheidt.

O Sudeste Brasileiro teve a participação de 46 barcos, muitos estrangeiros, como o holandês Rutger Van Schaardenburg, os neozelandeses Andy Maloney e Sam Meech, o francês Jean Baptiste Bernaz, o australiano Matthew Wearn e o britânico Alex Mills-barton, todos atletas do Top 25 do ranking mundial.

Líder do ranking, Scheidt ganhou também no Rio. Ele teve um primeiro e um segundo lugares nas duas primeiras regatas, sexta e sábado, e neste domingo teve problemas na terceira regata, quando uma peça do seu barco quebrou. Sem descartes para o 11.º lugar, passou a precisar de duas vitórias e uma combinação de resultados.

"Na primeira regata, o burro (peça usada para deixar a vela mais chata nos ventos fortes) quebrou e tive que improvisar para chegar em 11º. Mesmo com esse incidente, consegui velejar muito bem e vencer as outras duas regatas, o que não deixou de ser uma surpresa", apontou Scheidt, que superou Van Schaardenburg nos critérios de desempate.

O evento-teste da raia olímpica, chamado de Aquece Rio International Regatta, acontece entre 2 e 9 de agosto. O Brasil também será representado, na Laser, por Bruno Fontes, que foi apenas o sexto colocado no Sudeste Brasileiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave