Alonso comemora 2º lugar; Raikkonen lamenta posição

"A apenas 10 voltas do fim da corrida, estávamos discutindo se parávamos ou não. Foi uma decisão difícil, mas fizemos a escolha certa", diz Alonso

iG Minas Gerais | AGência Estado |

Alonso prevê um bom fim de semana para a Ferrari
F1/DIVULGAÇÃO
Alonso prevê um bom fim de semana para a Ferrari

O espanhol Fernando Alonso comemorou o segundo lugar no GP da Hungria de Fórmula 1, disputado neste domingo. Apesar de perder a liderança para o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, a duas voltas do final, o piloto da Ferrari disse que preferiu não entrar nos boxes para trocar os pneus e continuar em frente para garantir algum lugar no pódio.

"A apenas 10 voltas do fim da corrida, estávamos discutindo se parávamos ou não. Foi uma decisão difícil, mas fizemos a escolha certa: ficamos na pista, defendemos nossa posição da melhor maneira possível e garantimos o segundo lugar, que tem gosto de vitória", afirmou Alonso, que começou em quinto e chegou a liderar a corrida por 13 voltas.

O piloto agradeceu também o apoio da equipe durante a prova. "Foi uma corrida complexa, com dificuldades em todas as voltas. Mas precisamos tomar as decisões certas e todos estavam juntos para me ajudar".

Mas se Alonso se mostrou feliz pelo resultado, o mesmo não se pôde dizer sobre seu colega de escuderia, Kimi Raikkonen. O finlandês começou o GP em 16.º, fez um belo trabalho de recuperação e terminou em sexto, seu melhor resultado na temporada. "(Mas) o sexto lugar não me dá nada. Os pontos são bons, mas ainda estamos longe de onde deveríamos estar. Estou desapontado. Estou aqui para vencer corridas".

Leia tudo sobre: fernando alonsof1