Primeiro-ministro de Israel acusa Hamas de não respeitar cessar-fogo

Netanyahu disse à CNN que o Exército vai continuar as operações para desmantelar os túneis do Hamas que ligam Gaza a território israelita

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Mas ele evitou falar expressão
David Silverman/associated press
Mas ele evitou falar expressão "Estado Palestino" em todos os seus discursos

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu acusou neste domingo (27) o Hamas de ter violado o cessar-fogo que tinha sido proposto pelo próprio movimento palestino e destacou que as operações militares vão continuar. “Eles estão violando o próprio cessar-fogo que propuseram. Sob estas circunstâncias, Israel vai fazer o que tem de fazer para defender o seu povo”, disse Netanyahu à emissora de televisão norte-americana CNN.

Anteriormente, o Hamas tinha concordado com uma trégua de 24 horas, em resposta ao pedido das Nações Unidas. O primeiro-ministro de Israel disse à CNN que o Exército vai continuar as operações para desmantelar os túneis do Hamas que ligam Gaza a território israelita, assim como os locais onde o movimento palestiniano armazena armamentos.

“Israel está a fazer o que qualquer país faria, tal como os Estados Unidos fariam se uma parte do território estivesse debaixo de fogo e onde uma pessoa tem entre 60 a 90 segundos para chegar a um abrigo”, declarou Netannyahu.

AGÊNCIA BRASIL 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave