Mineira Diamond House quer exportar casas de madeira

Construtora se prepara para vender casas para Portugal, Espanha e Norte da África a 30 mil

iG Minas Gerais | Helenice Laguardia |

Tendência. Construções unem madeira e vidro blindex na fachada, tamanho mais pedido é de 150 m²
Fernanda Sa Motta/diamond house
Tendência. Construções unem madeira e vidro blindex na fachada, tamanho mais pedido é de 150 m²
A Diamond House, empresa mineira com 20 anos de construção de casas pré-fabricadas de madeira, se prepara para exportar para três regiões – Portugal, Espanha e o Norte da África. “Já exportei há dez anos e, depois, parei e me dediquei ao mercado interno”, explica o diretor da empresa, Marco Túlio Lana. Ele acredita que, no início de 2015, começará a operação, depois que visitar potenciais clientes.  Hoje, uma casa de 100 m² da Diamond House para exportação sai a <SC128> 30 mil, um terço do valor praticado lá fora, e de madeira de qualidade superior, a Angelim Pedra. “Hoje, eles compram da Bulgária, que só trabalha com Pinus e cobram mais caro”, compara. Lana diz também que já atende outras exigências do mercado externo, como os vidros duplos das janelas, parede de 4,5 cm de espessura, e dá 15 anos de garantia.  Num primeiro ano de exportação, Lana calcula ter capacidade produtiva para uma demanda de cem a 150 casas. A base da empresa vai continuar no Brasil – uma fábrica no Mato Grosso e a sede em Belo Horizonte, num total de 32 empregados, sendo dois engenheiros. “Quero aumentar mais um turno de trabalho”. Enquanto a internacionalização não acontece, o mercado interno garantiu um volume de cem casas de madeira construídas no ano passado. Nos últimos oito anos, a Diamond House tem registrado um crescimento de 20% tanto no faturamento – não divulgado – como em volume.  “O pessoal quer sair de apartamento e ir para os condomínios no entorno de BH”, justifica Lana, que constrói em Nova Lima, Sete Lagoas, Itaúna, Divinópolis e Lagoa Santa. Mas a Diamond House tem encomendas também para os bairros Belvedere, Buritis, Santa Lúcia e São Bento, em BH.    Preços. Uma casa de dois andares na Diamond House com 150 m² custa de R$ 230 mil a R$ 240 mil. “Só a parte de madeira vai custar R$ 140 mil. Eu forneço só a madeira, mas dou a orientação técnica para fazer toda a obra e indico empreiteiros”, explica. Mas tem casa, com tudo pronto, a partir de R$ 85 mil, e, em setembro, Lana vai lançar casas mais populares a R$ 45 mil.  Lana diz que a maioria dos clientes compra parcelado em até 36 vezes, com sinal a partir de 30% e financiamento bancário ou direto com a construtora. “Tem gente que dá o carro como sinal”, conta o empresário. Na escolha dos projetos – 99% deles personalizados – é o homem quem paga a casa. “Mas quem define o tamanho é a mulher”, conta. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave