Além da conjuntura, seca também atrapalha agronegócio

iG Minas Gerais |

O vilão do agronegócio até o momento é a falta de chuva. Ainda assim, algumas culturas em Minas Gerais podem contabilizar resultados positivos, conforme a coordenadora da assistência técnica da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), Aline Veloso. De acordo com ela, a segunda safra de milho no Estado deve chegar a 1,2 milhão de toneladas, conforme projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se confirmada, será maior que as 620 mil toneladas de igual período de 2013. Já o café chega a ter quebra de safra de 20% a 45% dependendo da região do Estado. “Cada cultura responde de uma forma”, observa. (JG)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave