Pacientes sem hemodiálise

Problema na bomba d’água do setor deixou os usuários sem realizar o tratamento na sexta (25); sessões foram remarcadas

iG Minas Gerais | Dayse Resende / José Augusto |

Espaço destinado a pacientes da hemodiálise ainda não está funcionando
FOTO: MOISES SILVA / OTEMPO
Espaço destinado a pacientes da hemodiálise ainda não está funcionando

Cerca de cem pacientes da hemodiálise que funciona dentro do Hospital Regional de Betim, na região metropolitana, ficaram sem atendimento na sexta-feira (25). A razão, segundo informações obtidas pela reportagem, é que a bomba d' água do setor seria trocada.

O fato causou estranheza entre os pacientes renais, já que normalmente a unidade é fechada aos domingos para que possa ser higienizada e receber a manutenção necessária.

“Já que a unidade não funciona aos domingos, por que a urgência desse reparo? Eles não poderiam esperar para fazer isso em um dia que o setor já não funciona? Precisavam suspender a diálise marcada para mais de cem pacientes anteontem?”, questionou o presidente da Associação dos Pacientes Renais, Doadores e Transplantados de Betim (Asprebe), Valdemar Batista.

Ele, que também é paciente renal, contou à reportagem que o fato foi comunicado aos usuários na quinta-feira, 24, e que, em função da manutenção, aqueles que fariam o tratamento na sexta (25)  o fizeram no sábado (26). Já os pacientes agendados para sábado foram transferidos para o domingo (27), dia em que a unidade abrirá excepcionalmente.

Batista também reclamou que a vitamina B, antes fornecida aos pacientes após o término de cada diálise, foi suspensa. “As coisas aqui dentro mudam a cada dia e, lamentavelmente, nós, pacientes, somos os últimos a saber das decisões tomadas pela prefeitura”, criticou.

Resposta

Em nota, a prefeitura informou que houve um problema no funcionamento de uma das bombas que precisou ser substituída imediatamente, já que o reservatório de água tem capacidade de estocagem diária. “Com isso, não teria água suficiente para dialisar os pacientes na sexta-feira”.

Ainda segundo a nota, para “qualquer procedimento na estação de tratamento de água, é imprescindível que se faça a higienização do sistema completo para evitar qualquer risco de contaminação. Os pacientes não ficarão prejudicados”.

Sobre a suspensão de fornecimento da vitamina B aos pacientes renais, a gerência do hospital informou que possui um contrato vigente para o fornecimento do medicamento, mas o mesmo está em falta no mercado. “A gerência ainda tentou efetuar a compra da vitamina nas farmácias privadas, entretanto não obteve êxito. Os demais pacientes fazem uso do complexo vitamínico oral em prescrições diárias, sendo utilizado nas sessões de diálise um complemento utilizado no setor”.

Em junho, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou que o setor de hemodiálise do Hospital Regional passará a ser administrado em breve pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraopeba (Cismep). O Cismep informou que ainda em negociação, e que a transferência não foi efetivada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave