Acerte a temperatura do banho

iG Minas Gerais |


Para a desidratação não piorar, opte por um banho morninho para não remover a camada protetora da pele e deixar os fios mais oleosos
Reproducao / FemSide
Para a desidratação não piorar, opte por um banho morninho para não remover a camada protetora da pele e deixar os fios mais oleosos

Atire a primeira pedra quem nunca ouviu falar que aquela água beeeem quentinha pode prejudicar a pele. Será que é verdade? De acordo com Aline Araújo, cosmetóloga da Adcos, a água em alta temperatura pode agredir e remover a queratina, responsável por proteger a pele. “A hidratação deve ser reforçada com produtos de uso tópico e por meio da ingestão de água. Mas é necessário avaliar os tipos de peles. Para peles oleosas, dar preferência aos produtos em gel; peles mistas se adaptam muito bem aos fluidos e emulsões; já à pele seca podem ser indicados os cremes, pois evitam a perda de água”, explica.

Nos cabelos, a água quente aumenta a oleosidade do couro cabeludo, retirando sua lubrificação e até mesmo a proteção natural dos fios. De acordo com Silvana Satuchengo, responsável pela marca de cosméticos Charis Professional, a temperatura da água provoca o ressecamento e, na sequência, estimula o sebo para compensar a perda d'água. “Banho quente prejudica os fios e provoca a descamação do couro cabeludo. Essa desidratação dos fios pode aumentar a queda capilar. Antes de dormir, secar o cabelo é fundamental, sempre”, ensina. (LKM)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave