Cada vez mais líder, Cruzeiro atropela o Figueirense no Mineirão

Equipe celeste teve dificuldades no primeiro tempo, mas desencantou na etapa final e goleou o time catarinense com belo futebol

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

MG - BRASILEIRÃO/CRUZEIRO E FIGUEIRENSE - ESPORTES
Cruzeiro recebe o Figueirense em partida válida pela 12ª segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2014, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, neste sábado.
Na foto: time do Cruzeiro

FOTO: Douglas Magno/O TEMPO/26.07.2014
douglas magno
MG - BRASILEIRÃO/CRUZEIRO E FIGUEIRENSE - ESPORTES Cruzeiro recebe o Figueirense em partida válida pela 12ª segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2014, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, neste sábado. Na foto: time do Cruzeiro FOTO: Douglas Magno/O TEMPO/26.07.2014

Era muito difícil até de imaginar que um adversário em crise, ocupando o 18º lugar no campeonato, fosse páreo para o líder Cruzeiro no Mineirão. E não foi mesmo. O time celeste mostra, cada vez mais, que os adversários terão uma missão árdua para vencer até e alcançar o clube estrelado na tabela de classificação. Com um segundo tempo arrasador, a Raposa goleou o Figueirense por 5 a 0, neste sábado, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Destaque para o meia-atacante Ricardo Goulart, que marcou seu oitavo gol e se isolou na artilharia da Série A. Lucas Silva, Marquinhos, Dedé e Dagoberto completaram a goleada. Com o triunfo, o líder, pelo menos, manterá a diferença de cinco pontos para o segundo colocado ao final da rodada. Na próxima jornada, os cruzeirenses vão ao Rio pegar o Botafogo. Já o Figueira recebe o Sport.

Mesmo em crise e com a estreia do técnico Argel Fucks, o Figueirense contrariou as previsões e não se preocupou apenas em defender. Os catarinenses tocavam bem a bola e também buscavam o ataque. A Raposa encontrava dificuldades pela forte marcação e pouco conseguia criar. A principal jogada celeste era orquestrada pela esquerda com Egídio e Marquinhos. Everton Ribeiro e Goulart, pela movimentação, também eram boas alternativas.

Com a falta de espaço, os donos da casa só conseguiram finalizar com perigo de fora da área e aos 15 min, quando Marquinhos chutou forte e o goleiro Volpi fez uma boa defesa.

Os visitantes chegaram com perigo duas vezes com Pablo, mas sem sucesso. As investidas mais agudas do Figueira eram pela direita, nas cotas do lateral Ceará. O desafogo do líder veio aos 39 min. Após bate-rebate na área, Goulart ia cabecear e foi deslocado no alto. Penâlti marcado pelo árbitro e convertido por Lucas Silva. Marcelo Moreno quase ampliou aos 44 min, mas errou o alvo, mantendo a vitória simples para o intervalo.

No segundo tempo, pra evitar as dificuldades da primeira etapa, a equipe celeste atropelou o adversário com dois gols em três minutos. Marcelo Moreno tocou para Marquinhos, que chutou de primeira, de fora da área, e fez um golaço logo a um minuto. Três minutos depois, Dedé, de cabeça, marcou o terceiro.

Se tem vitória do Cruzeiro, tem a marca do artilheiro Ricardo Goulart. Aos 27 min, o camisa 28 recebeu de Everton Ribeiro e fez de cabeça seu oitavo gol na Série A. Os cruzeirenses ainda fizeram o quinto, com Dagoberto, aos 33 min, decretando a goleada celeste. A Raposa seguiu mandando no jogo, desperdiçou boas oportunidades e não teve a meta ameaçada, mostrando superioridade e que continua sobrando no Brasileirão.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposaliderbrasileirogoleadafigueirensemineirao