Punidos, Hamilton e Magnussen saem do box na Hungria

A punição se deve porque os dois, com os problemas de seus carros, tiveram de trocar os chassis para a corrida

iG Minas Gerais | Agência Estado |

No caso de Hamilton, a Mercedes até aproveitou a punição para fazer uma troca geral no carro - além dos chassis, a caixa de câmbio e o câmbio
Lewis Hamilton Oficial/reprodução
No caso de Hamilton, a Mercedes até aproveitou a punição para fazer uma troca geral no carro - além dos chassis, a caixa de câmbio e o câmbio

Completamente frustrado pelo ocorrido ainda no Q1, a primeira parte, do treino de classificação do GP da Hungria de Fórmula 1, em Budapeste, quando a sua Mercedes nem completou uma volta e pegou fogo - por causa de um vazamento de combustível - na entrada dos boxes, o inglês Lewis Hamilton ainda teve que receber uma punição pelo que aconteceu. Ele e o dinamarquês Kevin Magnussen, da McLaren, que sofreu um acidente no início do Q3 - causando a paralisação da sessão por cerca de 10 minutos -, terão de largar neste domingo dos boxes. A punição se deve porque os dois, com os problemas de seus carros, tiveram de trocar os chassis para a corrida. Assim, a última colocação no grid de largada, em 20.º, será o venezuelano Pastro Maldonado, da Lotus, que também não fez tempo no Q1. Por ter chegado mais longe no treino, Magnussen sairá na frente de Hamilton no pit lane. No caso de Hamilton, a Mercedes até aproveitou a punição para fazer uma troca geral no carro - além dos chassis, a caixa de câmbio e o câmbio. "Vou tentar tirar algo de positivo do que aconteceu para amanhã (domingo) e então construir a minha tática de corrida", disse o inglês. “Acho que está chegando ao ponto em que é mais do que azar. Precisamos fazer melhor”, desabafou. Magnussen também não perde a esperança para a prova no circuito de Hungaroring. "Começar do pit lane vai fazer as coisas ficarem mais difíceis. Mas estou determinado para fazer uma grande corrida", afirmou o dinamarquês.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave