Em 2º, Vettel vê Red Bull longe do ritmo da Mercedes

Apesar de boa colocação no grid de largada, piloto alemão admite que será difícil concorrer com rival pela ponta do GP da Hungria

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Sebastian Vettel Oficial/reprodução
"Nós continuamos um pouco longe do ritmo da Mercedes", admitiu Vettel

Sebastian Vettel colocou pelo menos 15 centésimos de vantagem sobre os carros da Williams e da Ferrari no treino de classificação do GP da Hungria de Fórmula 1, neste sábado. Mas de nada adianta a Red Bull andar rápido se, com a Mercedes, Nico Rosberg consegue fazer como neste manhã, quando foi meio segundo mais rápido que o espanhol para fazer a pole position. Para Vettel, após Rosberg cravar a pole do fim de semana, não resta outra coisa senão admitir a distância da Red Bull para a Mercedes. "Depois do Q2, eu pensei que tínhamos feito tudo certo, então deveríamos ter ficado mais perto do Mercedes do que ficamos. A volta do Nico (Rosberg) foi muito forte e é difícil concorrer com ele. A natureza do circuito nos favorece mais do que na Alemanha (no fim de semana passado), mas nós continuamos um pouco longe do ritmo da Mercedes", admitiu. Como o carro de Lewis Hamilton pegou fogo na primeira parte do treino e o inglês larga na última fila, Vettel, entretanto, tem apenas Rosberg à sua frente no grid de largada. Assim, ainda há a chance de vencer. "Vamos ver amanhã (domingo). Um monte de coisas pode mudar se chover e isso pode acontecer amanhã", destacou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave