Brasil fica fora da semifinal do vôlei de praia nos EUA

Nenhuma das quatro duplas brasileiras conseguiu avançar à semifinal do torneio mais importante da temporada

iG Minas Gerais | Agência Estado |

Pedro Solberg e Emanuel perderam para a dupla espanhola Herrera/Gavira, ainda na repescagem
Pedro Solberg Oficial/reprodução
Pedro Solberg e Emanuel perderam para a dupla espanhola Herrera/Gavira, ainda na repescagem

Os oito brasileiros que disputavam a chave masculina do Grand Slam de Long Beach, nos Estados Unidos, vão poder curtir a praia da Califórnia neste fim de semana, porque não têm mais jogos a fazer. Afinal, nenhuma das quatro duplas do País conseguiu avançar sequer à semifinal do torneio mais importante da temporada. A etapa de Long Beach é uma das 10 válidas pelo Grand Slam de 2014, mas é, junto com a de Haia (Holanda), realizada no fim de semana passado, a que distribui maior premiação em dinheiro, com os atletas dividindo US$ 1 milhão. Além disso, há todo um charme envolvendo o torneio, realizado na Califórnia, onde o vôlei de praia nasceu. Além disso, os EUA voltaram ao calendário apenas no ano passado, após uma década. Ricardo jogava na Califórnia depois de 11 anos. Na sexta, a dupla que ele forma com Álvaro Filho foi até as quartas de final com vitórias na repescagem e nas oitavas, mas perdeu para Fijalek/Prudel, da Polônia, que venceram 2 sets a 0. Alison e Bruno Schmidt haviam sido os únicos brasileiros a avançar diretamente às oitavas, mas perderam para os atuais campeões do Circuito Mundial, os letões Samoilovs e Smedins, 2 a 0. Pedro Solberg/Emanuel perdeu para a dupla espanhola Herrera/Gavira, ainda na repescagem. Já Vitor Felipe e Evandro ficaram nas oitavas, diante de Rosenthal/Dalhausser, dos EUA.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave