Vasco quer bater a Ponte novamente

A equipe ficou em Campinas desde o confronto da última quarta-feira, também contra a Ponte Preta, no qual o Vasco venceu por 2 a 0 - em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil

iG Minas Gerais | Agência Estado |

O Vasco ocupa apenas a oitava colocação na Série B
Vasco da Gama Oficial/reprodução
O Vasco ocupa apenas a oitava colocação na Série B

A chegada do novo técnico da Ponte Preta, Guto Ferreira, representa uma dificuldade a mais para o Vasco, neste sábado, às 16h20, contra o time de Campinas, pela 13.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Essa é a avaliação de atletas do clube carioca e também do treinador vascaíno, Adilson Batista. A equipe ficou em Campinas desde o confronto da última quarta-feira, também contra a Ponte Preta, no qual o Vasco venceu por 2 a 0 - em jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil. “Mudança de treinador sempre muda o ambiente no clube. Já passei por isso algumas vezes e sei que tem efeito”, disse o lateral-esquerdo Diego Renan. Para o volante Fabrício, a alteração no comando pode trazer motivação para a Ponte Preta. “Eles estão sob pressão, mas há uma situação nova agora”. Ele, no entanto, defende que o time do Vasco jogue com a mesma aplicação da última quarta e entre em campo disposto a repetir a última atuação. O Vasco ocupa a oitava colocação na Série B e se não conseguir se estabilizar na competição vai deixar mais acirrada ainda a disputa política vivida pelo clube - está marcada para 6 de agosto a eleição que vai escolher o novo presidente vascaíno. Isso também pesou na opção da diretoria de deixar o time em Campinas desde quarta para evitar o clima de tensão em São Januário por causa dos atritos públicos entre os adversários na luta pela sucessão de Roberto Dinamite.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave