Misturar práticas pode ajudar

O tempo de prática é fundamental, e sua contribuição para a perícia acumulada provavelmente deve variar de um campo para outro, como constatou o novo estudo

iG Minas Gerais | Benedict Carey |

Nova York. Em dezenas de experiências, os cientistas demonstraram que misturar habilidades relacionadas numa única sessão de treino – material novo e antigo, escalas e improvisação, nado crawl e costas – parece aprimorar cada capacidade mais rapidamente do que se ela fosse praticada repetidamente sozinha. As pesquisas sugerem que trocar o lugar e a hora do treino pode ajudar no caso de determinadas habilidades.  

“A pergunta é: qual a melhor forma de treinamento na área em que se deseja adquirir capacitação?”, afirmou K. Anders Ericsson. “São essas as coisas que estamos começando a estudar”.

O tempo de prática é fundamental, e sua contribuição para a perícia acumulada provavelmente deve variar de um campo para outro, como constatou o novo estudo. A personalidade também é uma variável enorme, ainda que parcialmente genética. “Coisas como determinação, motivação e inspiração – aquela habilidade de imaginar a conquista desse nível elevado, de fantasiar a seu respeito – ainda são aspectos dos quais poucos sabemos e que precisamos estudar mais diretamente”, explicou Scott Barry Kaufman.

No entanto, o fator mais importante sobre o qual as pessoas têm controle – a escolha entre jogar bola, correr ou decorar um roteiro – pode não ser o quanto elas treinam, mas a eficácia com que utilizam esse tempo. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave