Anac vai multar por atraso e tirar slots

Agência cria regras para companhias em aeroportos saturados

iG Minas Gerais |

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) passará a adotar regras mais rígidas para a distribuição de slots (alocação de horários de chegadas e partidas de aeronaves) nos aeroportos saturados, com deficiência de pátio, pista ou terminal de passageiros. As empresas que operam nesses terminais serão avaliadas a cada temporada (verão e inverno) pela Agência e terão que cumprir metas de regularidade e pontualidade de voos, sob pena de perder espaços para os concorrentes.

O primeiro a ser enquadrado no novo regime será o aeroporto de Guarulhos. Mas, todos os terminais mais movimentados do pais e com problemas de infraestrutura poderão receber o mesmo tratamento, serem declarados “coordenados” por parte do órgão regulador. Ou seja, só serão autorizados voos de acordo com a capacidade do aeroporto. 

De acordo com as novas regras, as companhias que operam em aeroportos coordenados terão que cumprir, no mínimo, 80% de regularidade e 75% de pontualidade. Segundo a Anac, além de perder slots nesses aeroportos, as empresas com problemas recorrentes de atrasos e cancelamentos de voos serão multadas, em valores que variam entre R$ 12 mil e R$ 90 mil, considerando a aviação geral (jatinhos). Essa regra, que vigorou na Copa, será permanente.

Pior

Congonhas. Atualmente, apenas Congonhas, em São Paulo, opera nessas condições de saturação e já conta com um regime especial de distribuição de slots,

Leia tudo sobre: ANACmultaatraso