Com a Copa, gastos estrangeiros no Brasil batem recorde

Futebol trouxe ao país cerca de um milhão de turistas no mês

iG Minas Gerais |


Festa. 
Colombianos comemoraram vitória contra Grécia  e gastaram muito nos bares da Savassi
Lincon Zarbietti / O Tempo
Festa. Colombianos comemoraram vitória contra Grécia e gastaram muito nos bares da Savassi

Foi um recorde e era mesmo esperado. O volume de despesas de estrangeiros no Brasil, no último mês de junho, somaram US$ 797 milhões – o maior valor mensal de todos os meses. Os dados foram divulgados ontem pelo Banco Central (BC). A economia brasileira ganhou uma grande “injeção” de dólares por causa da Copa do Mundo, que trouxe ao país mais de um milhão de turistas, segundo o governo federal. Em Belo Horizonte, por exemplo, um dos setores que mais se beneficiaram foi o de bares e restaurantes.

Esse montante que movimentou a economia brasileira durante o mês de junho representa, porém, pouco menos de 10% dos investimentos que foram gastos na construção e reformas de estádios nas 12 cidades-sedes.

O custo total dos estádios – sete novos e cinco reformados – ficou orçado em R$ 8,005 bilhões, segundo a Matriz de Responsabilidades consolidada, divulgada pelo Ministério dos Esportes em setembro de 2013.

Em 2007, uma semana antes de o Brasil ser confirmado como sede da Copa, a previsão era de que os gastos com obras em estádios fossem de R$ 2,2 bilhões. Houve, então, um aumento de 263% em seis anos.

Recorde Passado. Até o momento, o maior valor em um único mês para gastos de turistas no Brasil, havia sido registrado em janeiro de 2013 (US$ 696 milhões). O Banco Central começou a divulgar esses números em 1947.

Em junho de 2013, por exemplo, as despesas de estrangeiros somaram US$ 453 milhões. Na comparação com aquele mês do ano passado, o aumento de receitas em junho deste ano foi de 76%.

Em julho, o resultado parcial também já aponta para um crescimento significativo. “O aumento está na casa de 50% frente a julho do ano passado”, declarou o chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central, Fernando Rocha.

No semestre. Com a influência também da Copa do Mundo, os gastos de pessoas de outras nacionalidades também bateram recorde no primeiro semestre deste ano. O valor em seis meses totalizou US$ 3,64 bilhões. No mesmo período do ano passado, os estrangeiros deixaram no Brasil US$ 3,48 bilhões.

Valores

US$ 797 mi

foi o volume de despesas de estrangeiros no país em junho

US$ 453 mi

foi o valor gasto por turistas

no Brasil em junho/2013

Leia tudo sobre: gastosestrangeirosrecorde