Ex-Polegar Rafael Ilha é solto sob fiança de R$ 40 mil

Ele e a mulher foram presos por tráfico internacional de arma na última segunda (21), atravessando a Ponte da Amizade com uma espingarda

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Corpo de rapaz passará por exame no IML para apurar a causa da morte
Sérgio Alberti / Folha Imagem
Corpo de rapaz passará por exame no IML para apurar a causa da morte

A Justiça concedeu liberdade ao ex-Polegar Rafael Ilha e sua mulher Aline Kezh Felgueira, nesta sexta-feira (25), mediante pagamento de fiança de R$ 40 mil e R$ 15 mil, respectivamente. A informação é do advogado do casal José Beraldo.

Rafael e Aline estão presos desde segunda-feira (21), quando foram abordados ao tentar atravessar a ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu (PR), na divisa do Brasil com o Paraguai, com uma espingarda. Segundo o advogado, a arma estava com a mulher do ex-Polegar, que havia comprado para dar a ele de presente.

"Nós mostramos que eles não cometeram crime de tráfico internacional de armas, mostramos que a arma que a Aline comprou é uma arma de caça e não uma arma de uso restrito, e que pode sim ser regularizada, mostramos que ela cometeu sim um deslize, e quando muito porte ilegal, mas jamais um tráfico internacional de de armas", disse o advogado.

A defesa do advogado afirmou ainda que está providenciando o pagamento da fiança, que deve ocorrer sábado (26) ou, no máxima, na próxima segunda-feira (28). Enquanto isso, Rafael deve permanecer penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu (PR) e Aline na cadeia pública da cidade.

A prisão

De acordo com a Polícia Federal, Ilha e a mulher foram presos ao atravessarem a ponte em dois mototáxis na tarde de segunda. Ele passou primeiro e foi abordado por agentes da Receita. Ao vê-lo, a mulher, que vinha atrás, tentou sair da fila e voltar ao Paraguai.

A mulher do ex-Polegar foi detida por agentes da Receita, que encontraram na moto uma espingarda calibre 12, embrulhada num cobertor, além de munição. Ilha, de acordo com os agentes, assumiu a responsabilidade pela arma.

Famoso pelo sucesso do grupo Polegar, na década de 1980, Rafael Ilha, 41, tem histórico de dependência química e foi internado várias vezes. Já foi preso por tentativa de roubo e porte de drogas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave