São Paulo diz que acertou direitos de imagem atrasados

Presidente tricolor garantiu que os pagamentos de maio e junho foram feitos nesta sexta-feira, dois dias após a notícia vazar

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Aidar disse que São Paulo também já perdeu jogadores e não é traidor
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Aidar disse que São Paulo também já perdeu jogadores e não é traidor

O presidente Carlos Miguel Aidar afirmou que o São Paulo acertou os pagamentos atrasados de direito de imagem e agora está rigorosamente em dia com suas obrigações. A falha vazou na última quarta-feira; parte dos jogadores não tinham recebido os valores de maio e a ninguém do elenco havia sido pago o referente a junho.

O presidente, porém, sustenta a versão de que apenas um atleta teve problemas de pagamento e não o elenco todo. Quando o vice-presidente de finanças, Osvaldo Vieira de Abreu, foi questionado, ele disse que todos os pagamentos estavam em ordem, diferente do que disse Aidar.

"Tínhamos de fato um atraso com um jogador, que acabou passando, mas era um direito de imagem trimestral. Está tudo resolvido e todo o elenco está com os pagamentos rigorosamente em dia", afirmou o dirigente.

Enquanto batia cabeça para falar do assunto, o São Paulo havia se comprometido a pagar os atrasados justamente nesta sexta-feira. O vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, fez uma reunião com os jogadores para garantir que tudo seria acertado e pediu para que o elenco não se preocupasse porque a falha não iria se repetir.

"Não preocupa em nada. Aqui, nós sempre recebemos tudo o que foi falado e assinado. Não tenho de administrar nada", disse Muricy Ramalho, quando questionado se os atrasos poderiam acarretar em alguma crise interna.

Leia tudo sobre: sao paulotricolorfutebolsalariodireito de imagematraso