Polícia detém 28 por venda de vaga na fila de consulado americano

Alguns dos detidos também vendiam vagas para carros e até teriam criado um crachá para fazer os clientes acreditarem que se tratava de um negócio regular, afirmou o delegado

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Polícia Civil deteve 28 pessoas nesta sexta-feira (25) sob suspeita de aplicarem golpes em pessoas que pretendiam tirar visto no consulado dos Estados Unidos, na região do Brooklin, na zona sul de São Paulo. Entre os detidos estão quatro mulheres.

Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor da Deatur (Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista), os suspeitos fingiam ser despachantes e vendiam lugar na fila do consulado e documentos que eles afirmavam ser necessário para conseguir o visto.

Alguns dos detidos também vendiam vagas para carros e até teriam criado um crachá para fazer os clientes acreditarem que se tratava de um negócio regular, afirmou o delegado. Ao menos três vítimas já teriam sido identificadas pela polícia.

Os suspeitos podem responder pelo crime de exercício ilegal da profissão. Eles permaneciam no Deatur no final da tarde, mas devem ser liberados ainda nesta sexta, após assinarem um termo circunstanciado, usado em crimes de menor gravidade.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave