PSDB reage para manter dissidentes

Os petistas fecham, a gente abre, os petistas tentam entrar, a gente fecha”, metaforizou um dos coordenadores do núcleo político da campanha tucana

iG Minas Gerais |

Brasília. O PSDB preparou um contra-ataque às investidas da presidente Dilma Rousseff, que tenta recuperar o apoio de partidos da base governista rachados nos Estados e que agora estão pedindo votos para a oposição.  

A ordem do candidato a presidente Aécio Neves (PSDB) é reforçar os chamados “contatos de convivência” com todos os novo aliados, em todo o Brasil. “Estamos travando um eterno abrir e fechar de portas com os aliados da base governista. Os petistas fecham, a gente abre, os petistas tentam entrar, a gente fecha”, metaforizou um dos coordenadores do núcleo político da campanha tucana.

Contra a ofensiva de Dilma no Rio, Aécio pediu para o presidente estadual do PMDB no Estado, Jorge Picciani, ligasse para todos os prefeitos fluminenses da sigla para marcar posição e reforçar os benefícios do apoio ao PSDB. Essa posição será repassada aos coordenadores de campanha.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave