Aposentado compra carro em leilão e fica sete meses sem documentação

De acordo com o Detran/MG, documento deve ser liberado até o fim deste mês

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Em novembro de 2013, Geraldo Vieira, de 69 anos, comprou um carro em um leilão promovido pela Polícia Civil na cidade de Mariana, na região Central de Minas Gerais. Porém, até então o veículo segue sem sair de dentro da garagem, uma vez que a sua documentação ainda não foi entregue pelo Estado.

Segundo a denúncia, ele arrematou o carro do modelo Chery Qq no dia 13 de novembro, sendo que o carro foi entregue no dia 27 de dezembro. "Paguei todas as taxas, inclusive o seguro obrigatório de 2013 e 2014. Porém, ainda não conseguimos a documentação com os órgãos competentes. Estou impedido de usufruir do bem, pois sem a documentação corro o risco dele ser apreendido e pagar multas", explicou o aposentado. 

Desde janeiro o senhor tenta conseguir a documentação, sendo que em fevereiro recebeu um ofício que o delegado enviou com 30 veículos que estavam nesta situação. Cansado de esperar, em março Vieira entrou com uma ação na Justiça. "O Estado foi intimado por uma liminar a me entregar o documento, por uma carta precatória desde 31 de março deste ano, mas até hoje nada. O problema é que não sou só eu. Teve caso de um rapaz que comprou a moto e teve ela apreendida por andar sem a documentação", lembrou o senhor.

Procurada pela reportagem de O TEMPO, a assessoria de imprensa do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG), realmente alguns veículos vendidos no leilão apresentaram problemas por conta de restrições financeiras.

Segundo o delegado Jorge Giovani do Rosário, presidente da comissão do leilão, a liberação do documento do veículo já foi solicitada, sendo que o ofício já foi entregue.  Entretanto, o prazo para a resposta deste ofício se esgota ainda este mês, sendo que até o fim de julho a documentação já deverá estar liberada. 

Leia tudo sobre: CARROLEILÃOCOMPRAESTADOPOLÍCIA CIVILSEM DOCUMENTONA GARAGEM