Campanha de Campos na web busca 'petista arrependido'

Em palestra no 9º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, coordenador da área de internet afirmou que a campanha não consegue fugir de discursos genéricos

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Campos defende apuração sobre obra de aeroporto do governo Aécio
Agência Brasil
Campos defende apuração sobre obra de aeroporto do governo Aécio

O coordenador da área de internet e redes sociais da campanha do presidenciável Eduardo Campos (PSB) e de sua vice Marina Silva, Caio Túlio Costa, disse na tarde desta quinta-feira (24), que o público alvo da campanha nas redes é o "petista arrependido", não o "antipetista radical".

Em palestra no 9º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, realizado na capital paulista, Costa afirmou que a campanha não consegue fugir de discursos genéricos, pois tem de falar com diversos públicos na internet, mas que é possível "modular" as mensagens para atingir públicos prioritários como o "petista arrependido", os jovens e os evangélicos.

"Não tem muito como fugir do risco de generalizar (o discurso), mas não quer dizer também que você não pode modular", disse na palestra que acabou se tornando uma coletiva de imprensa. Xico Graziano, coordenador de redes sociais da campanha do candidato tucano Aécio Neves, avisou pouco minutos antes que não poderia participar da palestra, como planejado. E Franklin Martins, que coordena a área na campanha petista de Dilma Rousseff, não apareceu.

Costa preferiu não detalhar a estratégia de como "modular" o discurso nas redes e quais canais usar para atingir determinados públicos. Ele defendeu apenas que existem ferramentas para atingir o "petista arrependido", já que o "antipetista radical" naturalmente tende a votar no candidato do PSDB. Jovens e evangélicos são públicos com os quais Marina tem uma interação já desde a campanha de 2010 - da qual Caio Túlio Costa já havia participado na área de mídias sociais.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave