Destroços que podem ser de avião desaparecido são achados no Mali

O controle teria perdido contato com a aeronave à 1h55 (22h55 de Brasília), cerca de 50 minutos após a decolagem de Uagadugu, capital de Burkina Fasso

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

 Foram avistados perto na cidade de Gossi, no Máli (África), destroços que parecem ser do avião da companhia Air Algerie que desapareceu no ar, nesta quinta-feira (24), com 116 pessoas a bordo. Mais cedo, o chanceler francês, Laurent Fabius, disse que a aeronave "provavelmente" caiu.

O controle teria perdido contato com o avião à 1h55 (22h55 de Brasília), cerca de 50 minutos após a decolagem de Uagadugu, capital de Burkina Fasso, rumo a Argel, capital da Argélia. Autoridades de Burkina Fasso afirmaram que entregaram o voo à torre de controle de Niamey, Níger, à 1h38. Eles disseram que o último contato com o voo ocorreu logo após 3h30.

Segundo Fabius, ainda não há nenhum sinal de escombros, e as buscas estão sendo realizadas por caças franceses "em uma vasta zona do território malinense ao redor da região de Gao".

Gao é uma cidade controlada pelo governo malinense, em grande parte, porém palco de violência separatista.

O avião operado pela Air Algerie -um modelo MD-83 pertencente à companhia aérea privada espanhola Swiftair- levava seis tripulantes (espanhóis) e 110 passageiros. Destes, mais de 50 eram franceses. Outros 27 eram burquinenses. Não há confirmação sobre a nacionalidade dos demais.

Acidentes

O episódio é o último de uma série de desastres aéreos. Em março, o voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu com 239 pessoas a bordo quando ia de Kuala Lumpur (Malásia) para Pequim (China).

Na semana passada, outro avião, também da Malaysia Airlines, um Boeing-777, foi derrubado aparentemente pelo disparo de um míssil na região ucraniana de Donetsk, perto da fronteira com a Rússia. O medo de que algo parecido ocorresse em Israel fez empresas americanas e europeias suspenderem voos internacionais para o aeroporto de Tel Aviv -a maioria já retomou as atividades.

Ademais, nesta quarta (23), um avião da Transasia Airways caiu em Taiwan durante um temporal, matando 48 pessoas.